Nova espécie de cogumelo mágico é encontrada na Alemanha

Apesar de tudo o que aprendemos sobre este planeta que alimenta a nossa existência, continuamos a descobrir novas formas de vida quase todos os dias.

Uma análise recente ao longo da última década do (arquivamento biológica) descobriu que estamos descobrindo cerca de 20.000 novas espécies de vida na Terra a cada ano.

O que é ainda mais interessante é que, nem todas estas novas espécies são encontradas em regiões inexploradas. Na verdade, alguns deles estão sendo descobertos em lugares onde os seres humanos colonizaram a centenas, ou até milhares de anos.

Um exemplo perfeito disso é o Psilocybe Germânica , uma espécie recentemente descoberta de cogumelos psilocibinos, encontrado no ano passado pelo quimico e micologista Jochen Gartz, na Alemanha. 

 

A: Psilocybe azurescens. B: Psilocybe cyanescens. C:  Psilocybe Germânica. 

Para um olho não familiar, o Psilocybe Germânica parece com qualquer outro cogumelo provavelmente porque ele passou praticamente despercebido até agora. Esta estirpe particular, no entanto, tem algumas características únicas, tanto na sua aparência física como na sua composição química. A estipe (caule) torna-se drasticamente mais espessa no píleo (chapéu) do cogumelo e cria uma forte junção entre os dois. "Outra espécie com tais espessamento ainda não foi descrito até agora", os pesquisadores afirmaram.

 

Apesar de ter sido apenas recentemente descoberto, micologistas acreditam que o Psilocybe germanica não terá nenhum problema em se espalhar para as regiões vizinhas da Europa (se já não tiver feito isso rsrs). Os seus habitats desejados são pilhas úmidas de folhas secas e lascas de madeira, muito parecido com os encontrados em todos os jardins e parques europeus.